www.futebolamadordeminas.com

Prestação de Serviços Gratuitos ao Futebol Amador de Minas Gerais

E-mail: futebolamadordeminas@yahoo.com.br

           
 

Mário de Castro

  Mário de Castro começou o seu "reinado" em 1926 no jogo válido pela decisão do campeonato mineiro  daquele ano. O jogo era entre Atlético X América e o endiabrado Mário de Castro fez 3 gols da vitória atleticana por 6X3 e impediu o Coelho conquistasse o seu  décimo primeiro título consecutivo. Só isso já bastou para que Mário de Castro conquistasse o coração da Massa. Mas o artilheiro não se contentou e marcou mais 192 gols totalizando 195 em sua curta passagem de 5 anos pelo Glorioso.

Mário de Castro foi um jogador espetacular e era realmente um jogador à frente de seu tempo. Dono de uma condição física invejável marcava quase todos os seus gols no segundo tempo. Como uma vez disse: 

"Eu marcava meus gols quase sempre no segundo tempo e não me lembro de ter passado um partida sem marcar um gol"

Mário de Castro também foi o primeiro jogador fora do eixo Razão Paulo a ser convocado para a Seleção Brasileira. 

 Na decisão do campeonato mineiro de 1931, Mário de Castro disputou sua última partida pelo GALO. Foi em Nova Lima, no alçapão do Bonfim em 27 de setembro daquele ano. O Leão começou vencendo por 3X0 e de ressaca, Mário de Castro "andava" em campo. Insultado pela torcida do Vila, Mário de Castro foi para o intervalo, limpou o estômago (isso mesmo chamou o Juca!) e voltou para a segunda etapa. Resultado: o Galo venceu por 4X3, todos os gols de Mário de Castro. Aí, o Clima fechou no estadinho do Vila, com o fim do jogo a delegação atleticana teve que fugir correndo da cidade com a torcida do Leão atrás. Até  tiros foram dados e um torcedor foi morto! Para Mário de Castro esse fato foi um aviso que já era hora de parar e parou. 

 Em 1998, Mário de Castro faleceu com 90 anos em  Lavras na casa de seu filho.